segunda-feira, 26 de setembro de 2011

A EUCARISTIA - onde está na Biblia???

A EUCARISTIA.
Escritura
Antigo Testamento
a - Presságio do sacrifício eucarístico
b - Presságio da exigência de consumir o sacrifício
Novo Testamento
A presença real de Jesus na Eucaristia
O pão e o vinho se tornam o corpo e o sangue de Jesus

Escritura
I. Antigo Testamento.

(a). presságio do sacrifício eucarístico
Gênesis 14:18 - Esta é a primeira vez que a palavra "sacerdote" é usada no Antigo Testamento. Melquisedeque é um sacerdote e um rei e ele oferece pão e vinho como sacrifício a Deus.
Salmo 76:2 - Melquisedeque é o rei de Salem. Salem é a futura Jeru-salem onde Jesus, o eterno sacerdote e rei, estabeleceu seu novo Reino e o sacrifício eucarístico que ele ofereceu sob a aparência de pão e vinho.
Salmo 110:4 - esta é a profecia que Jesus será o eterno sacerdote e rei da mesma maneira como este misterioso sacerdote Melquisedeque. Esta profecia obriga-nos a olhar para um sacrifício eterno de pão e vinho no futuro. Essa profecia é cumprida apenas no sacrifício eucarístico da Igreja Católica.
Malaquias 01:11 - Esta é uma profecia de uma oferta pura que será oferecida em todo  lugar do nascer ao por do sol. Assim, haverá apenas um sacrifício, mas ele será oferecido em todos os lugares ao redor do mundo. Esta profecia é cumprida só pela Igreja Católica nas missas ao redor do mundo, onde é oferecido o sacrifício de Cristo que transcende o tempo e espaço para a nossa salvação. Se esta profecia não é cumprida pela Igreja Católica, Malaquias é um falso profeta.
Êxodo 12:14, 17, 24; cf. 24:8 - vemos que a festa do Cordeiro pascal é uma lei perpétua. Ela dura para sempre. Mas ela ainda não tinha sido cumprida.
Êxodo 29:38-39 - Deus ordena os israelitas para "ofertar" (poieseis) os cordeiros sobre o altar. A palavra "ofertar" é o mesmo verbo que Jesus usaria para instituir a oferta eucarística de si mesmo.
Levitico  19:22 -  os sacerdotes da antiga aliança iriam fazer expiação pelos pecados com a oferta de um animal que teria que ser consumido. Jesus, o sumo sacerdote da nova Aliança, expiou pelos nossos pecados pelo seu sacrifício, e ele também deve ser consumido.
Jeremias 33:18 - Deus promete que seu reino terrestre consistirá de um sacerdócio de sacrifício para sempre. Esta promessa tem sido cumprida pelos padres da Igreja Católica, que oferecem sacramentalmente o sacrifício de Cristo desde o nascer ao por do sol em cada Missa em todo o mundo.
Zacarias. 9:15-17 - esta é uma profecia que os filhos de Sião, que é o lugar do estabelecimento do sacrifício eucarístico, devem beber sangue como o vinho e ser salvos. Esta profecia é cumprida apenas pelos sacerdotes da Igreja Católica.
2 Crônicas 26:18 - somente sacerdotes validamente consagradas serão capazes de oferecer o sacrifício a Deus. Os padres católicos da nova Aliança tem seu sacerdócio sacrificial ligado diretamente ao de Cristo.

(b). presságio da exigência de consumir o sacrifício
Gênesis 22:9-13 - Deus salvou filho primogênito de Abraham no Monte Moriá com um sacrifício substituto que teve que ser consumido. Isso antecipou o sacrifício real do verdadeiro primogênito filho Israel (Jesus) que deve ser consumido.
Êxodo 12:5 - o Cordeiro pascal que foi sacrificado e comido teve que ser sem defeito. Lucas 23:4, 14; John 18:38 - Jesus é o verdadeiro Cordeiro pascal sem defeito.
Êxodo 12:7, 22-23 - o sangue do Cordeiro teve que ser aspergido sobre os   dois batentes e sobre a travessa das portas. Este sacrifício Pascal prenuncia o sacrifício do verdadeiro Cordeiro e os dois postes da Cruz em que seu sangue foi salpicado.
Êxodo 12:8, 11 - o Cordeiro pascal tinha que ser comido pelos fiéis para que Deus "passasse" a casa e poupasse seus filhos primogênitos. Jesus, o verdadeiro Cordeiro pascal, também deve ser comido pelos fiéis para que Deus possa perdoar seus pecados.
Êxodo 12:43-45; Ezequiel. 44:9 - ninguém fora da "família de Deus" deve comer o Cordeiro. Não-católicos não devem participar da Eucaristia, até que estejam em plena comunhão com a Igreja.
Êxodo 12:49 - nenhuma pessoa incircunciso comerá do Cordeiro. O batismo é a circuncisão nova para os católicos, e, portanto, um deve ser batizado para participar do Cordeiro.
Êxodo 12:47; Números. 09:12 - ossos do Cordeiro pascal não poderiam ser quebrados. John 19:33 - nenhum dos ossos de Jesus foram quebrados.
Êxodo 16:4-36; Neemias 09:15 - Deus deu a seu povo pão do céu para sustentá-los em sua viagem à terra prometida. Isso prenuncia o verdadeiro pão do céu que Deus nos dá na Missa para sustentar-nos em nossa viagem ao céu.
Êxodo 24:9-11 - a aliança Mosaica foi consumada com uma refeição na presença de Deus. A nova e eterna Aliança é consumada com a refeição eucarística - o corpo e sangue de Jesus Cristo sob a aparência de pão e vinho.
Êxodo 29:33 - Deus ordena que eles devem comer essas coisas com as quais foi feita a expiação. Jesus é o verdadeiro Cordeiro de expiação e agora deve ser comido.
Levitico 07:15 - os sacrifícios de Aarao absolutamente tinham que ser comido para restabelecer a comunhão com Deus. Todos estes sacrifícios são o prenúncio de um sacrifício eterno que também deve ser comido para restaurar a comunhão com Deus. Esta é a Eucaristia (da palavra grega "eukaristia" que significa "ação de graças"
Levitico 17:11, 14 - no Antigo Testamento, vemos que a vida da carne está no sangue que nunca poderia ser bebido. No Novo Testamento, o sangue de Jesus Cristo é a fonte de vida nova e agora deve ser bebido.
Gen. 9:4-5; Deut.12:16,23-24 - nestes versículos vemos outras proibições em beber sangue, mas Jesus nos ordena a beber o seu sangue porque é a verdadeira fonte da vida.
2 Reis 04:43 - Esta passagem prenuncia a multiplicação dos pães e o verdadeiro pão do céu que é Jesus Cristo.
2 Chron 30:15-17; 35:1, 6, 11, 13; Esdras 6:20-21; - o Cordeiro foi imolado, assado e comido para expiar o pecado e restaurar a comunhão com Deus. Isso prenuncia o verdadeiro Cordeiro de Deus que foi sacrificado por nosso pecado e que agora deve ser consumido para a nossa salvação.
Nee. 09:15 - Deus deu aos israelitas pão do céu para a fome, que prefigura o verdadeiro pão celestial que é Jesus.
Salmo 78:24-25; 105:40 - a chova de maná e o pão dos anjos prenuncia o verdadeiro pão do céu, Jesus Cristo.
Isaías 53:7 - este versículo prenuncia o verdadeiro Cordeiro de Deus que foi morto por nossos pecados e que deve ser consumido.
sabedoria. 16:20 - isso prenuncia o verdadeiro pão do céu que irá ser adequado para todos os gostos. Todos são bem-vindos a participar deste pão celestial, que é Jesus Cristo.
Ez. 2:8-10; 3:1-3 - Ordens de Deus para Ezequiel  abrir a boca e comer o rolo que é a palavra de Deus. Isso prenuncia a verdadeira palavra de Deus, Jesus Cristo, que deve ser consumido.
Zac. 12:10 - isso prenuncia o verdadeiro filho primogênito, que foi perfurado pelos pecados dos habitantes de nova Jerusalém.
Zac. 13:1 - no dia da perfuração, uma fonte (de sangue e água) irão limpar os pecados na nova casa de David.
-ISTO É O MEU CORPO
Isaias 55:11
APOLOGÉTICA - Como esse verso nos diz, o poder da palavra de Deus no é vazia; sua palavra pode e faz tudo o que ele quer que seja feito. Na criação, Deus disse, "faca-se a luz" e a luz foi feita. Quando Jesus ressuscitou Lazaro ele disse: "Lazaro vem para fora" e Lazaro ressuscitou dos mortos.
Da mesma forma Jesus disse, "isto é o meu corpo", e isso era seu corpo.

NOVO TESTAMENTO
- ABENÇOANDO O PÃO
Mt 26:26-28 - enquanto eles estavam comendo, Jesus tomou o pão e depois a bênção ele quebrou, deu aos discípulos e disse, ' tomai, comei; Este é o meu corpo.' Em seguida, ele tomou um cálice, e depois de dar graças ele deu a eles, dizendo, ' bebei dele, todos vós; isto é meu sangue da Aliança, que sera derramado para muitos para o perdão dos pecados.
APOLOGÉTICA - Jesus está de acordo com o que ele profetizou em Joao 6, que ele lhes daria sua carne para comer. Assim como quando Jesus alimentou os 4mil e 5mil, Jesus abençoou o pão e deu a seus apóstolos
- COMIDA
Jo 04:32 - mas ele disse, "eu tenho comida para comer que vocês não conhecem".
APOLOGÉTICA – este é um exemplo dos discípulos incompreendendo Jesus e Jesus explicando seu significado a eles. Neste caso, os discípulos pensam que Jesus está falando sobre comida de verdade, mas Jesus então explica que ele não esta. Sempre que os discípulos incompreenderam a Jesus, Jesus explicou seu significado a eles.
- PÃO DA VIDA
Jo 6:48-51 - eu sou o pão da vida. Seus pais comeram o maná no deserto, e eles morreram. Este é o pão que desceu do céu, para que um possa comer dele e não morrer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem come deste pão viverá eternamente; e o pão que vou dar para a vida do mundo é a minha carne.'
APOLOGÉTICA - Jesus aqui está lembrando os judeus de seus antepassados que foram alimentados com o maná que caiu do céu durante o tempo de Moisés. Essas pessoas realmente comeram pão real, não símbolos do pão. Jesus está dizendo-lhes que não só eles vão comer pão de novo, mas que será sua carne. No verso 51, Jesus diz: "A carne que vou dar..." ou seja, em algum momento no futuro. Não cumprimento desta profecia teria feito Jesus um falso profeta.
- UM ENSINAMENTO DURO
Jo 6:60  Em seguida, muitos de seus discípulos que estavam ouvindo disse, "este ensinamento é duro demais; quem pode aceitá-lo?"
APOLOGÉTICA – após Jesus falou de seu corpo e sangue, sendo comido, muitos de seus discípulos deixaram-o. Mas se Jesus tinha falado apenas em termos simbólicos, as pessoas não teria encontrado neste um ensinamento"difícil".
- NAO E CANIBALISMO
Jo 6:66 - como resultado disto, muitos (dos) seus discípulos voltou ao seu antigo modo de vida e já não o acompanhou.
APOLOGÉTICA – após Jesus ter falado sobre seu corpo e sangue, sendo comido, muitos de seus seguidores deixaram-o. Em vez de explicar um significado diferente de suas palavras, Jesus deixa-los ir e ainda perguntou a seus discípulos se eles queriam ir também. É óbvio e indiscutível que aqueles antigos discípulos  interpretaram as palavras de Jesus literalmente - ou seja, eles pensaram que Jesus estava promovendo o canibalismo, e eles não podiam aceitar esse ensino. Observe também que Jesus não fez nenhum esforço para esclarecer seu ensino, nem para os seguidores e nem para os doze apóstolos. A maioria dos protestantes acreditam que a Eucaristia é meramente simbólica (anglicanos e luteranos são as únicas exceções). Se Jesus não pretendia que seus ensinamentos sobre a Eucaristia fossem tomado literalmente, ou seja, se ele queria dizer que só poderia ser interpretadas como simbólico, então por que ele permitiu que seus discípulos fossem embora se eles estavam certos em rejeitar uma interpretação literal? Não teria isso ter feito Jesus culpado de engano, duplicidade, ou a menos insinceridade? É totalmente inconcebível que o filho de Deus sem pecado iria recorrer a tais táticas com aqueles que estavam esperando que ele era o Messias -  "não cometeu nenhum pecado, e nenhum engano foi encontrado em sua boca" (1 Pedro 02:22 e Isaias 53:9). Assim, a única interpretação razoável de Joao 6 é que Jesus estava ensinando literalmente,  que os discípulos que o deixam, fizeram-lo sem ser induzido em erro, e que Jesus não fez nenhum esforço para esclarecer seus ensinamentos sobre a Eucaristia, porque ele quis que seu ensinamento fosse interpretado literalmente (portanto, não foi necessário esclarecimentos!)
- VOCÊS TAMBEM QUEREM IR EMBORA?
Joao 6:67-Jesus então disse para os doze, "também quer ir?"
APOLOGÉTICA – após Jesus ter falado sobre seu corpo e sangue, sendo comido, muitos de seus seguidores deixaram-o. Em vez de explicar um significado diferente de suas palavras, Jesus deixa-os ir e ainda perguntou a seus discípulos se eles queriam ir também.
- A LEI LEVITICA
Rm 8:2 - porque a lei do espírito da vida em Cristo Jesus libertou você da lei do pecado e da morte.
APOLOGÉTICA-não estamos mais na lei levitica, que proibiu beber sangue (Lev 17:10). A lei levitica também exigia sacrifício de animais. Estamos agora em Cristo. Consulte também Heb 7:11-12.
- UM GRANDE SACRIFÍCIO
1 Cor 10:16-17 - O cálice de bênção que abençoamos, não é participação no sangue de Cristo? O pão que partimos, não é participação no corpo de Cristo? Porque há um só pão, nós que somos muitos somos um só corpo, porque todos nós participamos de um só pão.

APOLOGÉTICA - é verdade que há apenas um sacrifício, o de Cristo na Cruz no Calvário. Este grande sacrifício foi realizado por Jesus, sacerdote e vítima, que ofereceu a ele mesmo no altar da Cruz para a nossa redenção. Este sacrifício não precisa e não pode ser repetido, mas pode ser re-apresentado para que nós sejamos capazes, sacramentalmente e espiritualmente, de inseri-lo e tirar o alimento espiritual dele. Embora seja verdade que não podemos estar fisicamente presentes no Calvário, existe um sentido real, sacramental e espiritual em que estamos presentes quando participamos na Eucaristia (ver 1 Coríntios 10:16-17) como o mérito obtido para nós através da morte de Jesus é aplicado para nós o qual nós chamamos de mistério pascal: Páscoa da morte à vida.
- COMPARTILHADO A EUCARISTIA
1Cor 10:16 - O cálice de bênção que abençoamos, não é participação no sangue de Cristo? O pão que partimos, não é participação no corpo de Cristo?
APOLOGÉTICA: como Paulo está claramente nos dizendo aqui, nós compartilhamos o verdadeiro corpo e sangue de Cristo através da Eucaristia, assim como os apóstolos fizeram na última Ceia.
NÃO SOMENTE UM SÍMBOLO
1 Cor 11:27 - portanto quem come o pão ou bebe o cálice do senhor indignamente será réu do corpo e sangue do Senhor.

APOLOGÉTICA - se a Eucaristia fosse meramente simbólica, Paulo não estaria tão preocupado sobre a possibilidade dos cristãos receberem a Eucaristia enquanto estavam em estado de pecado. Por exemplo, é muito mais grave assassinar alguém do que tomar uma foto ou uma estátua de alguém e destruí-la. Você teria que realmente causar a morte de um indivíduo para ser considerado culpado de assassinato. Assim é com a Eucaristia. Você não pode ser considerado culpado de profanar o corpo e sangue de Jesus se a Eucaristia é apenas um símbolo.
- DISCERNINDO A EUCARISTIA
1 Cor 11:29-30- pois aquele que comer e beber sem discernir o corpo, come e bebe a própria condenação. Por este motivo muitos de vocês estão fracos e doentes, e alguns já morreram.

APOLOGÉTICA - você não pode trazer juízo sobre si mesmo comendo um símbolo. O dicionário Webster define discernir como "perceber pela visão ou algum outro sentido ou pelo intelecto". O "outro sentido" que possuímos é a nossa fé. Participando da Eucaristia sem reconhecer o corpo e sangue de Cristo é uma ofensa grave contra Deus.
- MUDANÇA NO SACERDÓCIO
HEB 7:11-12 - A perfeição não chegou com os sacerdotes filhos de Levi, embora se baseasse neles a lei dada ao povo judaico. Caso contrario, que necessidade havia de se apresentar outro sacerdote? E porque se diz que ele seria sacerdote segundo a ordem do sacerdócio de Melquisedec, em vez de dizer? segundo a ordem do sacerdócio de Aarao? Portanto, existe mudança  de sacerdócio, e isso supõe que também haja mudança de lei.

APOLOGÉTICA – O sacerdócio mudou e Cristo é nosso sumo sacerdote. Não estamos mais na lei Levitica; Estamos em Cristo. A lei Levitica proibiu beber sangue (Lev 17:10), que às vezes é usado como um argumento contra a Eucaristia. Mas a lei Levitica também exigi sacrifícios de animais. Quantos de nós ainda faz isso? Não estamos na Lei Levitica. Estamos em Cristo. Consulte também Rom 8:2
- ALEM DO TEMPO
HEB 8:1,3 - O ponto principal do que foi dito é a seguinte: temos  um sumo sacerdote, que tomou o seu lugar à direita do trono da Majestade de Deus no céu.
De fato cada sumo sacerdote é nomeado para oferecer dons e sacrifícios; Assim, a necessidade de ele também a ter algo a oferecer
APOLOGÉTICA – Jesus morreu para nós uma vez por todas. Mas sua morte se estende para além do tempo. O que ele fez a 2000 anos atrás resgatou todos desde Adão até o final. Jesus é o sumo sacerdote no céu, mas o que poderia ele estar oferecendo? Ele está continuamente oferecendo-se ao pai. Por isso em Apo 5:6, ele está de pé no altar no céu,  como que imolado.
- O SUMO SACERDOTE
Apo 5:6 - então eu vi o trono e os quatro seres viventes e entre os mais velhos um cordeiro em pé como se ele tivesse sido abatido, tendo sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados por toda a terra.
APOLOGÉTICA - Jesus está no altar do céu como o sumo sacerdote, oferecendo-se para o mundo. Esquecemos que, embora nós somos restritos no tempo aqui na terra, não existem tais restrições no céu. O que acontece hoje e o que acontece daqui a 2000 anos esta tudo ao mesmo tempo para Jesus. Jesus é o Cordeiro de Deus que ofereceu-se uma vez por todos os tempos (uma oferta perpétua ao Pai), em quem nós participamos em cada missa.
- ANJOS NAO SAO SIMBÓLICOS
HEB 01:14 - Não são eles espíritos encarregados para um serviço, enviados para servir, aqueles que deverão herdar a salvação? (NAB)
APOLOGÉTICA – este versículo mostra claramente que  "espírito" não significa "simbólico". Os anjos não são simbólicos.
- UNIDOS
Col 01:24 - agora eu me alegro em meus sofrimentos por sua causa, e na minha carne eu completo o que está faltando nas tribulações de Cristo em nome do seu corpo, que é a Igreja.
APOLOGÉTICA - este verso demonstra plena, devota e ativa participação na Eucaristia, em que os católicos estão Unidos ao sacrifício perfeito de Cristo.
FAZER UMA REALIDADE PRESENTE
1 Cor 11:23-26- De fato eu recebi do senhor aquilo que transmiti a vocês, que o Senhor Jesus na noite quando foi traído tomou o pão, e quando ele tinha dado graças, ele quebrou e disse: ' Este é o meu corpo que é para vocês. Fazei isto em memória de mim.' Da mesma forma ele tomou o cálice, após a Ceia, dizendo: ' este cálice é a nova Aliança no meu sangue. Fazê-lo, sempre que o beber, em memória de mim.'  Portanto todas as vezes que vocês comerem deste pão e beberem deste cálice, vocês proclamaram a morte do Senhor até que ele venha.
APOLOGÉTICA - comentário: Sao Paulo alega que sua compreensão da Eucaristia veio do Senhor: o corpo e sangue de Cristo são verdadeiramente dadas sob a aparência de pão e vinho. A palavra lembrança não significa apenas para lembrar o evento. Os Judeus da época de Jesus  usava essa palavra num contexto que significa; "para tornar uma realidade presente". Isso é o que acontece em cada missa

- USO DA "CARNE"
ROM 8:1-14- Agora, portanto, já não há condenação para os que estão no Cristo Jesus. Pois a lei do Espírito, que dá a vida no Cristo Jesus, te libertou da lei do pecado e da morte. Com efeito, aquilo que era impossível para a Lei, em razão das fraquezas da carne, Deus o realizou enviando seu próprio Filho em carne semelhante à do pecado, e por causa do pecado. Assim, Deus condenou o pecado na carne, a fim de que a justiça exigida pela Lei seja cumprida em nós, que não procedemos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Os que vivem segundo a carne se voltam para o que é da carne; os que vivem segundo o Espírito se voltam para o que é espiritual. Na verdade, as aspirações da carne levam à morte e as aspirações do Espírito levam à vida e à paz. Portanto, as aspirações da carne são uma rebeldia contra Deus: não se submetem — nem poderiam submeter-se — à Lei de Deus. Os que vivem segundo a carne não podem agradar a Deus. Vós não viveis segundo a carne, mas segundo o Espírito, se realmente o Espírito de Deus mora em vós. Se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. Se, porém, Cristo está em vós, embora vosso corpo esteja morto por causa do pecado, vosso espírito está cheio de vida, graças à justiça. E, se o Espírito daquele que ressuscitou Cristo dentre os mortos habita em vós, aquele que ressuscitou Cristo dentre os mortos vivificará também vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que habita em vós. Portanto, irmãos, estamos em dívida, mas não com a carne, como devendo viver segundo a carne. Pois, se viverdes segundo a carne morrereis; mas se, pelo Espírito, matardes o procedimento carnal, então vivereis. Todos aqueles que se deixam conduzir pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.
APOLOGÉTICA - A palavra grega "sarx" usado para corpo em Joao 6:63 é às vezes usada para descrever nossa natureza caída em desgraça. Rom 8:1-14 - se estamos na carne, nós não podemos agradar a Deus.
O PAO VIVO
Joao 06:51 - eu sou o pão vivo que desceu do céu; Quem come deste pão viverá eternamente; e o pão que vou dar é a minha carne para a vida do mundo".
APOLOGÉTICA - em todos os lugares no evangelho, quando os discípulos estavam confusos sobre os ensinamentos de Jesus, ele iria esclarecer o mal-entendido. Em João 04:32 "Tenho um alimento para comer que vocês não conhecem" - eles achavam que ele estava falando sobre alimento real mas Jesus esclarece isso em Jo 04:34 cf Mt 16:5-12 "meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou, que eu pode aperfeiçoar seu trabalho". Em João 6 - Observe que os judeus argumentaram sobre o significado de suas palavras. Mesmo no versículo 61 vemos que não só as multidões estão confusas, mas também os discípulos. Jesus não volta atraz, ao contrario reitera o significado literal do que ele diz - verso 53 "Amém Amen eu digo a você, a menos que você come a carne do filho do homem e bebe o seu sangue, não tem vida dentro de você." Em outras palavras, você não está "em"Cristo. Certamente se ele estava falando simbolicamente, como ele faz em outros lugares na Escritura, ele poderia esclarecer isso pelo menos para os discípulos. Mas Jesus não o faz - ele continua persistentemente dizendo v62-63 "isso escandaliza vocês? Se vocês vissem o filho do homem regressando para onde estava antes"? Cristo "simbolicamente" subir para o céu? Não - porque nós lemos em Atos 1:9-10 sua ascensão foi literal. Este é o único lugar no Novo Testamento que vemos pessoas abandonar Cristo por um dos seus ensinamentos. Ao invés de tentar corrigir quaisquer erros na compreensão de suas obras, o senhor pede aos apóstolos em v67 "Também vós quereis ir?" Sao Paulo enfatiza a "presença Real" de Jesus no pão e vinho, quando ele escreve em I Cor 11:27-29 "Quem come o pão e bebe do cálice do senhor indignamente, deve ser culpada do corpo e sangue do Senhor.... Quem come e bebe sem reconhecer o corpo, come e bebe condenação sobre si mesmo." Também - todos os primeiros padres da Igreja dos primeiros 1000 anos após a morte de Cristo ensinaram a presença"Real" de Deus na Eucaristia. Os coptas e as igrejas ortodoxas ensinaram também.
-  PAO DO CEU
Joao 06:41 - os judeus murmuraram sobre ele porque ele disse: "Eu sou o pão que desceu do céu,"
APOLOGÉTICA - eles murmuraram porque isso era tão literal. Jesus entendeu que eles estavam tendo dificuldade em imaginar que ele estava falando literalmente. Mas ao invés de explicar seu significado como uma simples metáfora como ele normalmente iria - em vez disso, ele enfatiza seu provérbio de ensino em João 06:51 "Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem come deste pão viverá para sempre e o pão que vou dar é a minha carne para a vida do mundo
NAO E SIMBÓLICO
Joao 04:24 - Deus é espírito, e aqueles que adoram devem adorar em espírito e verdade.
APOLOGÉTICA – este versículo mostra claramente que  "espírito" não significa "simbólico". Deus não é simbólico.
- NASCIDO DO ALTO
John 3:3 - Jesus respondeu e disse-lhe: "Amém, Amém, eu digo a você, ninguém pode ver o Reino de Deus sem nascer do alto."
APOLOGÉTICA – em Jo 6:53-58, Jesus fala muito claramente a necessidade de comer seu corpo e beber o seu sangue - não de forma simbólica, mas em uma forma real. Ele usa a palavra grega trogo (comer) quatro vezes. Trogo significa literalmente mastigar. Algumas pessoas dizem que ele estava falando simbolicamente, mas, em seguida, entende literalmente quando ele diz nascido novamente em João 3:3.
- ABENÇOANDO E PARTINDO
Lucas 24:30-31-quando ele estava na mesa com eles, ele tomou o pão, abençoou e quebrou e deu a eles. Em seguida, seus olhos se abriram e eles reconheceram Jesus, mas Jesus desapareceu da sua visão.
APOLOGÉTICA - dois discípulos estão andando e encontrar-se com Jesus quem eles não reconhecem. Ele falou com eles, leu as Escrituras e foi finalmente se mostrar a eles quando  "tomou o pão, disse a bênção, quebrou- e deu a eles". Seus olhos se abriram. Estes discípulos não estavam no Cenáculo na última Ceia, mas o poder da Eucaristia foi revelado para eles e para todos os verdadeiros discípulos de Jesus.

- MUDANÇAS NA ALMA
Mt 16:24-27 - Então Jesus disse aos discípulos: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar sua vida a perderá; e quem perder sua vida por causa de mim a encontrará. De fato, que adianta a alguém ganhar o mundo inteiro, se perde a própria vida? Ou que poderá alguém dar em troca da própria vida? Pois o Filho do Homem virá na glória do seu Pai, com os seus anjos, e então retribuirá a cada um de acordo com a sua conduta.
APOLOGÉTICA -é tão difícil assim para o cristão acreditar que haja uma alteração na alma ainda que a aparência de um homem é a mesmo, como Jesus descreve neste versículo? mesma é a verdade da Eucaristia. O mistério da mudança é real, mas a aparência do pão e vinho permanecem os mesmos.
- UM MAL-ENTENDIDO
Mt 16:5-12 – Ao passarem para a outra margem do lago, os discípulos se esqueceram de levar pães. Jesus lhes disse: “Atenção! Cuidado com o fermento dos fariseus e dos saduceus!” Eles, então começaram a discutir entre si e a dizer: “É porque não trouxemos pão”. Percebendo isso, Jesus lhes disse: “Homens de pouca fé! Por que discutis entre vós o fato de não terdes pão? Ainda não entendeis? Não vos recordais dos cinco pães distribuídos a cinco mil homens, e de quantos cestos recolhestes? Nem dos sete pães distribuídos a quatro mil, e de quantos cestos recolhestes? Como não compreendeis que não vos falei por causa de pães? Cuidado com o fermento dos fariseus e dos saduceus!” Só então entenderam que ele mandara tomar cuidado não com o fermento dos pães, mas com a doutrina dos fariseus e dos saduceus.
APOLOGÉTICA – este é um exemplo de mal-entendido dos discípulos  e Jesus explicando seu significado a eles.

- OFERTA PURA
Malaquias 01:11 - Desde o nascer ao por do sol meu nome é grande entre as Nações e em todo lugar incenso é oferecido para meu nome e uma oferta pura; porque o meu nome é grande entre as Nações, diz o Senhor dos exércitos.
APOLOGÉTICA - essa oferta pura, obviamente, é Jesus. Esta profecia nos diz que será feita uma oferta pura de manhã até a noite. Na Igreja Católica, a crucificação de Jesus é re-apresentada em cada minuto de cada dia. mais de 300.000 vezes por dia que o cálice é levantado, 4 cálices por segundo, cumprindo assim essa profecia

Nenhum comentário:

Postar um comentário